» Sindipetro acompanha projetos nas câmaras de vereadoresSindipetro - Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa CatarinaSindipetro-SC

Facebook

Ações Sindipetro

Sindipetro acompanha projetos nas câmaras de vereadores

Imprimir esta Postagem Imprimir esta Postagem

O Sindipetro tem realizado um trabalho de acompanhamento de projetos nas principais cidades do Estado. Na quarta-feira (6) que antecedeu o feriado, representantes do sindicato participaram de dois encontros em Joinville, o primeiro com o vereador Fabio Dalonso (PSD) e o segundo com vereador Rodrigo Fachini (PMDB). Em pauta, projetos apresentados pelos parlamentares envolvendo os postos de combustíveis da cidade.
De autoria do vereador Dalonso, o PLC (Projeto de Lei Complementar) 55/2017 trata sobre o reuso da água em postos de combustíveis. O texto prevê o reuso da água utilizada na lavagem dos veículos. O presidente do Sindipetro, Reinaldo Francisco Geraldi, explicou que muitos postos na cidade não possuem mais o serviço de lavação, pois a atividade demanda muito espaço, e, também tem alto custo de manutenção.

Por sugestão do Sindipetro projeto do vereador Fabio Dalonso teve ganhar um trecho sobre o reaproveitamento da água das chuvas

O tratamento da água para reuso é um processo caro, por isso, o sindicato sugeriu ao vereador alterações no projeto incluindo o reaproveitamento da água da chuva, algo mais viável, atualmente. O vereador achou a ideia interessante e o departamento jurídico do Sindipetro irá auxiliar na elaboração do novo texto.
Já o PLO (Projeto de Lei Ordinária) 316/2017 de autoria do vereador Rodrigo Fachini, prevê a obrigatoriedade dos postos de combustíveis informarem, em local visível, a diferença percentual entre o valor do litro da gasolina e o valor do litro de etanol, se aprovado, a atualização deverá acontecer sempre que existir alteração no preço de um dos combustíveis.

Vereador Rodrigo Fachini se mostrou receptivo as explanações do sindicato e estudará a continuidade do projeto

Durante a conversa, o presidente do sindicato apresentou ao vereador os números que demonstram a queda do consumo do etanol no Estado, além da lista de adesivos e placas, num total de 15, sem contabilizar os repetidos, obrigatórios nos postos de combustíveis. O parlamentar tomou conhecimento dos dados e ficou de analisar a continuidade da discussão do projeto na câmara.
Também participaram dos encontros, o diretor-executivo do Sindipetro, Luiz Antônio Amin, a assessora jurídica, Caroline Carlesso e a engenheira ambiental, Daniela Fachini.